24 de maio de 2015

JOAN MIRÓ E EXPOSIÇÃO EM SÃO PAULO


Domingo 24 de maio de 2015, abre a maior exposição em São Paulo (e no Brasil), do artista Joan Miró. São 112 obras, entre elas, algumas do acervo pessoal.
Essa exposição fica em cartaz até o dia 16 de agosto no Instituto Tomie Ohtake, com desenhos, gravuras, além de fotografias sobre a trajetória do pintor catalão.
O neto de Joan Miró, Joan Punyet Miró organiza as exposições do artista, que se tornou uma referência da arte moderna do século XX. Com o passar dos anos Miró deu vida e sentimento às obras através das cores. As obras foram escurecendo, principalmente com as perdas de amigos como Picasso e Dalí.  ( Veja vídeo AQUI )
Encanto do Renascer - 1941

Joan Miró, pintor, artista gráfico, projetista e ceramista nasceu em Barcelona em 1893. Suas pinturas são inconfundíveis, cheias de símbolos e signos.

Miro foi uma criança introvertida e colecionava plantas e pedras. Sua visão, como artista, estava mais direcionada no firmamento, nos pássaros e nas mulheres. Isso se verifica na série Constelações, composta por 23 obras, onde tudo aparece individualizado, mas simultaneamente entrelaçados por uma sutil ‘teia de aranha’. 

Na adolescência foi auxiliar de escritório numa loja de remédios em Barcelona. Em 1911, debilitado por ter contraído febre tifóide, foi para uma região montanhosa da Catalunha onde sua família tinha propriedade. Na doença, contrariando seu pai resolveu dedicar-se às artes. E aos 27 anos foi para Paris, onde conheceu Picasso e outros nomes de vanguarda.

O encontro com o surrealismo aconteceu 4 anos depois quando conheceu o pintor André Masson. A tela O Carnaval do Arlequim - 1924 - marca a passagem influenciada pelo fauvismo e dadaismo para uma linguagem de síbolos, grafismos, a fosforescência das cores alegres, elementos livres, divertidos e lúdicos. Após ter sido apresentado aos surrealistas por Masson, incorporou, também, elementos do acaso em suas pinturas. A arte de Miró é mais alucinatória que onírica (referente aos sonhos).

Seus quadros do começo da década de 1920 trazem marcas das visões que experimentou em épocas de pobreza e fome. Suas complexas paisagens são habitadas por estranhos seres feitos de hastes e amebas. As cores fortes e as formas fantásticas também são típicas do estilo de Miró; Hirondelle Amour é uma das quatro pinturas preparatórias para tapeçaria produzidas durante o período que marcou seu retorno à pintura após trabalhar em colagens e criações baseadas em obras primas holandesas.

Suas primeiras obras sofreram influências de vários movimentos modernos – fauvismo, cubismo e dadaísmo, porém era associado ao surrealismo cujo manifesto assinou em 1924. 

Sua força criativa vinha da liberdade de seu inconsciente. Segundo Breton, Miró foi o mais surrealista de todos. Embora sua obra tivesse muito de lúdica, a guerra civil espanhola não deixou de influenciar algumas de suas pinturas, deixando-as mais sombrias e até atormentadas, que o artista retrata em momentos difíceis e tristes de sua vida: a Espanha - sob a ditadura de Franco; a Europa ocupada pelos nazistas; seus amigos perseguidos na França ou exilados na América.

Em 1940 volta à Espanha - para escapar da invasão alemã – e a partir daí, em Majorca, trabalha com cerâmica. 

Nos Estados Unidos, trabalhou no mural em Cincinnati, no ano de 1947; em 1950 num mural para a Universidade de Harvard; em 1958 em dois murais de cerâmica: ‘O Mur du Soleil e ‘Mur de la Lune – edifício da UNECO, em Paris. Neste período envolveu-se, também, com litografia e com projetos de vitrais, já com 80 anos. Veio a falecer em Barcelona em 1983, aos 90 anos.


 
Horse, Pipe and red flowers
Decifrando o desconhecido
 

Hirondelle Amour



Mais sobre Miró clique aqui - Fundação Joan Miro    - Em Barcelona 

                 

28 comentários:

  1. Interessante, sendo que o segundo que você colocou é bem vibrante, pelo menos foi esta imprensão que tive.

    Fique com Deus, menina Tais.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. É caso para dizer: bendita febre tifóide...
    Por acaso não sabia desse pormenor.
    Grande , muito grande Artista Miró!
    Tem obras espantosas.
    Para o meu gosto, aqui estão 3 telas fabulosas.
    Obrigado, Tais, por enriquecer este Domingo assim.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Ai Taís... meu domingo ficou completo. Eu nunca fui uma pessoa "das artes" mas um dia me apaixonei (antes de casar) por um artista plástico e sua sensibilidade passou a fazer a minha cabeça. Daí para frente... resolvi ir aprendendo sobre arte, música, enfim...
    Passou a paixão por ele, mas pelas artes só aumenta, e embora eu não conheça muito, você me faz querer conhecer.
    Muito obrigada!
    Passse sempre no Biotransitando, você é muito bem vinda lá ;)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Joan Miró escreveu poemas coloridos com a sua pintura... É sempre reconfortante encontrar um espaço dedicado à beleza, como é o caso...
    :-)
    António

    ResponderExcluir
  5. Lindas pinturas... sabe bem apreciar e ver estes trabalhos.

    Agradeço a oportunidade de dar a conhecer um pouco mais da obra e da vida do pintor.

    Os meus parabéns

    Com amizade
    Luis

    ResponderExcluir
  6. Bernardo21:45

    Impressionante essa capacidade de combinar cores tão fortes e distintas e dar ao quadro esse equilíbrio harmonioso.

    ResponderExcluir
  7. Tais,
    JOAN MIRO tiene arte y don para hacer esas telas tan preciosas y maravillosas.
    Todos esos colores me hacen viajar a mi querida peninsula IBERICA y especialmente en Cataluña..
    OBRIGADO por dar a conocer este grand artista..
    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Tais

    Aprecio muito os trabalhos de Juan Miró, embora os bastantes e conheço sejam reproduções.
    Em toda a criação de obras abstractos, se bem observadas, emanam de um pensamento, normalmente inquieto, mas de arte. O que fascina em Miró, será a alegria da côr.
    Daniel

    ResponderExcluir
  9. Hola
    Me encanta Miro...y me encanto ti blog.
    un saludo desde Orlando Florida.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Vim te parabenizar pelo blog e te avisar que tem um selo pra vc aqui:

    glaukitos.blogspot.com


    Tenha um excelente FDS e sucesso sempre!

    ResponderExcluir
  11. Passámos para avisar que tens um prémio no nosso blog.

    Parabéns!...

    ResponderExcluir
  12. Olá! Deixo aqui meu comentário, pois tem aqui bonitas obras no qual aprecio. Parabéns.
    Abraços
    Persida Silva

    ResponderExcluir
  13. Gostei, imagens muito expressivas e vibrantes, acho que me identifico muito com essas Obras...
    Um abração

    ResponderExcluir
  14. Apesar de achá-lo as vezes repetitivo, adoro Miro, é um dos meu preferidos, as cores me encantam, combinações que poderiam soar estranhas, ficam lindas nas suas obras.
    abraços

    ResponderExcluir
  15. Olá tais,
    Aqui o seu site é muito interessante e informativo...
    Amei a biografia de Joan Miró, porém acho que você poderia falar sobre a obra dele, o que é, como é feita etc...
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Julinha, obrigada pela sua visita ao Das Artes. Não tenha dúvidas, voltarei a falar não só de Miró mas de muitos outros já postados aqui. Como há muito a dizer e a mostrar sobre um artista, sempre haverá mais de uma postagem. Aguarde, sim. Tenho muito, ainda, a mostrar de Miró.

      Um abraço para você.

      Excluir
  16. Anônimo14:32

    Olá Tais...adorei essa história sobre Joan Miró.éh muito bom para fazer pesquisas para escola..eu to estudando ainda e sempre que posso e tenho tempo passo aki no DAS ARTES para dar uma lida nos comentarios e saber mais sobre Joan Miró e outros...mais ia ficar melhor se tivesse mais coisas do tipo.Tamanho da imagem,como foi pintada e com oque foi pintada?

    ResponderExcluir
  17. esses comentarios sao muito grande tinha q ser ressumido mas eu adoro esse pintor meu sonho e conhecer ele cara-a-cara

    ResponderExcluir
  18. amei as obras de miró mais eu so quero pra pesquisa mesmo

    ResponderExcluir
  19. aline14:21

    adorei as obras de miroó

    ResponderExcluir
  20. henrique20:44

    eu gostei muito das obras de joan miro mais elas sao coisas abstratas que ele usou so para fazer parte do movimento do abstrasionismo

    ResponderExcluir
  21. Anônimo22:31

    Adorei esse blog é dez parabéns só acho que vc deveria dar a referência de cada uma.

    Parabéns continue assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anônimo (a), a maioria das postagens têm referências, jamais pesquiso de Internet. Talvez tenha esquecido de colocar. Porém, todas as postagens são pesquisadas e retiradas de livros. Mas agradeço sua colaboração, muito boa. Mas gostaria que você comentasse com seu nome, sempre é uma referência! Dá credibilidade ao comentário.

      Abraços a você.

      Excluir
  22. nossa joan miro é de mas o tipo William Shakespeare da barcelona!
    gente adorei esse blog tirei 10 por querer pesquisar em artes um pintor espetacular desses!!

    P-A-R-A-B-E-N-S=!!!

    ResponderExcluir
  23. Adoro os seus trabalhos.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  24. Uma exposição a não perder,
    Val mesmo a pena ser vista.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  25. Olá , Tudo bem?
    Vi em uma de suas materias de folheação que existem folhas de ouro desenhadas prontas para mantos. Aonde posso encontrar?
    Obrigada
    Cimara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cimara, há anos tinha uma livraria aqui em POA, alemã, que tinha essas folhas à venda, Dê uma olhada nas livrarias da sua cidade, coloque no Google. Se não encontrar, dei o método da riscagem no blog. Risque o desenho que você quer na peça de gesso ou madeira e depois coloque a folha. O desenho irá aparecer muito bem.
      Abraços!

      Excluir

ATENÇÃO:

COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS NÃO SÃO MAIS COLOCADOS NESSE BLOG.