18 de fevereiro de 2009

FERNANDO BOTERO

Fernando Botero

- Tais Luso de Carvalho


Fernando Botero nasceu em Medellín, na Colômbia, no ano de 1932. Pintor, desenhista e escultor de grande originalidade. Conhecido pelas suas figuras obesas (sua marca) onde pode retratar, através delas, a família, o cotidiano, a vida burguesa, a cultura popular colombiana, animais, flores e personagens históricos. Seu estilo é inconfundível, único.

Especialista, também, em paródias dos grandes mestres da pintura, como Dürer, Bonnard, Velázquez e David. Suas obras são bem humoradas, transmitindo leveza e suavidade.
Em para Madrid, em 1952, estudou na Academia de San Fernando. De 1953 a 1955 dedicou-se aos afrescos e história da arte em Florença, o que veio a influenciá-lo.

Sua primeira exposição individual foi em Bogotá. Em 1952 foi para Espanha e após permaneceu dois anos na Itália. Aos 26 anos já era professor na Universidade Nacional de Bogotá. Em 1973 instalou-se em Paris. Atualmente mora em Mônaco e trabalha há 30 anos na cidade toscana de Pietra.

Para dar forma às suas esculturas obesas, Botero escolheu as fundições de Pietrasanta em 1980, cidade de 25 mil habitantes que atrai muitos artistas por ser um centro internacional de trabalho em mármore e bronze.

Em suas obras, as mais recentes, o artista retrata a violência e a tortura dos soldados americanos com os iraquianos. Vê-se em toda sua obra que Botero revela situações dramáticas, mas que prima por manter um grande interesse na estética.

Com várias exposições na Europa e nas Américas do Norte e do Sul, Fernando Botero foi premiado com o Primeiro Intercol, em Bogotá. Seus trabalhos estão presentes nos principais museus do mundo.

A época mais difícil de sua vida, a partir de 1960, foi exatamente onde produziu trabalhos magníficos. Nesse período morou em Nova Iorque, para dar prosseguimento à sua carreira. As críticas foram arrasadoras, porém, nesse ponto foi onde encontrou seu estilo inconfundível, com suas esculturas volumosas. Suas criaturas e objetos eram, desde a época, arredondados e sempre gorduchos. Sua marca.

Para Botero o mais importante não era a pintura, mas o estilo. Acerca de suas figuras gordas, perguntaram ao artista se elas tinha almas leves... ao que respondeu: 'Elas nunca quiseram ter almas'.

'A deformação sem um adjetivo superior seria uma caricatura, ou mesmo uma monstruosidade, afirma Botero. Não pinta pessoas gordas, as pessoas gordas refletem apenas uma preocupação estética e possui uma função estilística, finaliza'.

Exposição  'As Dores da Colômbia'.









21 comentários:

  1. Excelente esta postagem de Botero!
    Muitos parabéns (se me são permitidos).

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Hum, parace que além de talentoso, tem uma certa preferência de produzir arte com "modelos" gordinhos...

    Fique com Deus, menina Tais.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. eu amo apixonadamente a arte de botero - mas até hoje nao sabia como se chamava. é assim. a gente nao pode saber tudo... mas querida OBRIGADO !!!!!!!!!!!!!!!!! agora sei por quem procurarei (também) no
    internet... Botero... que presente... Voce é maravilhosa!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Temos no jardim Amália uma escultura de Botero, Maternidade, comprada pela câmara de Lisboa numa grande exposição que esteve patente no Terreiro do Paço, salvo erro em 1999. A escultura está na mesma linha da sua pintura...
    Beijo.
    António

    ResponderExcluir
  5. Adorei saber que ele gostava de ilustrar gordinhos. ;)
    Saudades das suas visitas.
    beijos, e obrigada por me dar mais cultura :)

    ResponderExcluir
  6. Oie ave rara, teu recanto também é maravilhosooo...
    Sou apaixonada por teu espaço.

    beijinhos e paz.

    ResponderExcluir
  7. Olá amiga Taïs

    Este blog continua espectacular. São imagens de obras de arte maravilhosas e informação muito importante e completa sobre o tema Arte.

    Desculpe mas aproveitamos a oportunidade para lhe perguntar se está zangada connosco. É que reparámos que deixou de ser "seguidora" do nosso blog!...

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. Para 'Um Farol da Amizade': gente amiga, desapareceram, de cada um dos meus blogs, quase 20 seguidores!! Acho que isso deve ser um problema do blogger, uma vez que fiquei várias vezes sem a minha página de postagens. Tinha sumido o meu blog! Também estou chateada com este problema, mas não deixei de seguir ninguém!

    Estou esperando que eles se dêem conta deste erro! Mas irei ao blog de vocês clicar novamente. De maneira alguma estou chateada com vocês, muito pelo contrário. E gostei por que me avisaram! Espero que outras pessoas fiquem de alerta, também.

    Um grande abraço
    Tais

    ResponderExcluir
  9. Amiga Taïs,

    Já está novamente como seguidora do nosso blog.
    Isto está bem esquisito, pois também nós há dois dias apanhámos um susto tremendo, ficámos sem post algum, tudo "aparentemente" apagado!... Depois lá se resolveu o problema.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  10. Você me surpreendeu, Tais. Outro blogue excelente! Adoro o Botero, já vi esposição dele no Masp, aqui em Sp. Vi que vais me dar trabalho! Dois blogues sensacionais para visitar! Eta!

    bj
    Cesar

    ResponderExcluir
  11. Tais

    Nem sequer conhecia a existência do pintor! Apreciei a leitura, é sempre agradável aumentar a cultura, tanto mais no caso, visto que gosto de tomar contacto com biografias.
    Não será daqui, mas ontem fiz comentário e... era uma vez!...
    Daniel

    ResponderExcluir
  12. Conhecia alguns dos trabalhos,

    mas nada sabia do autor.

    Obrigado

    ResponderExcluir
  13. Taís

    Parabéns! adorei sua postagem sobre as obras de Botero, as pinturas dele é de uma beleza impar, quero lhe agradecer o carinho do seus comentários no meu cantinho. beijos no seu coração

    ResponderExcluir
  14. A pintura dele é uma forma de pensar o equilíbrio dos corpos. Ainda mais num mundo cheio de gente siliconada, plastificada, grampeada, estufada, colada...

    Estive por aqui.

    ResponderExcluir
  15. Olá, vim te avisar que tem mais um selo pra vc aqui:

    http://glaukitos.blogspot.com/2009/02/selo-babao.html

    ótimo FDS

    ResponderExcluir
  16. Olá Tais, a paz de Deus entre nos! Estou visitando, parabéns por tão maravilhoso trabalho. Seu Post está magnífico gostei. Excelente. Votos de muito sucesso e muita proteção. Encontraremos-nos sempre por aqui. Estou esperando sua visita. Quero desejar um ótimo final de semana para você, amigos e familiares. Fique com Deus, muito brilho. Forte abraço.
    Valdemir Reis

    ResponderExcluir
  17. Anônimo08:27

    oi eu li a biografia do Botero mas ainda não entendi o porque das suas obras porque ele sempre fazia as pessoas gordas...alguem pode me explicar? por favor...bjs
    Sandrinha

    ResponderExcluir
  18. Parabens pelo blog. Amei seus comentários sobre as obras de Botero.
    Gisele Freire - atriz

    ResponderExcluir
  19. Anônimo19:32

    ola me chamo Kimberly vou fazer 12 anos dia 23/03/2012 e tenho que fazer um desenho sobre uma pintura de dois *gordinhos* correndo na praia com seus cães *gordinhos*,mas não tenho certeza se é de Fernando Botero e se é alguém me mostre a imagem não acho nem no google então estou passando nos blogs.

    um abraço,Kimberly.Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  20. Anônimo09:55

    gostei muitooooo.........é muito interessante...........amoo fernando botero e suas obras....

    ResponderExcluir
  21. Anônimo14:18

    muito legal ajudou bastante obrigado

    ResponderExcluir

- PEÇO QUE NÃO COLOQUEM COMENTÁRIOS ANÔNIMOS, COLOQUE SEU NOME NO FINAL DE SEU COMENTÁRIO.

- MUITO OBRIGADA PELA SUA VISITA.